fbpx

A Cruz Dehoniana e seu significado

Postado em 20/12/2021

Símbolo da Congregação dos Padres do Sagrado Coração de Jesus (Dehonianos), a cruz dehoniana expressa a espiritualidade deixada por Padre Dehon: o amor e a reparação. Caso você conheça nossos padres, irmãos e seminaristas, já os deve ter visto trazendo esta cruz no peito.

Foto: Helder Teixeira

A mesma cruz tem servido de motivo para painéis, capas de revistas, cartazes vocacionais. Tudo isso porque essa cruz tem um significado muito grande para nós, da Família Dehoniana. A cruz, por si só, é símbolo da entrega de Cristo por nós.

O amor, visivelmente expresso também no símbolo do coração, é a presença viva de Cristo Ressuscitado na Eucaristia, entendida como atitude de proximidade adorável.

O Coração de Cristo se dá e se revela plenamente sobre a cruz, entregando-se como oferta vitimal para a libertação e a salvação dos pecadores. Uma entrega de amor sem medida, oblativa, oferta da vida para que tivéssemos mais vida. Na cruz, vemos o Coração de Deus, um Deus que ama tanto a humanidade a ponto de dar sua vida.

Foto: Helder Teixeira

É isso que queremos dizer com a cruz dehoniana. Ao dizer “coração” subentendem-se as atitudes interiores imutáveis, que projetam o rosto de Deus no rosto de Cristo, unindo, pelo dom da graça e pelo esforço da imitação, a nossa configuração às atitudes de Cristo.

O Coração de Jesus, símbolo profundamente evocativo, leva-nos ao centro de nossa fé: Deus, que é amor. Um amor que se revela e se doa no amor redentor de Cristo, oferecendo e suscitando, em quem o acolhe, uma vida nova na caridade, uma vida que se torna possível pelo dom do coração novo.

Observe um detalhe: é um coração vazado: não está desenhado sobre a cruz. A cruz aparece como uma forma. É justamente nisso que encontramos um outro grande significado de nossa cruz. Uma vez que ela tem a configuração de uma forma, nada mais simples de entender que cada um deve colocar ali seu coração.

É por isso que somos religiosos do Coração de Jesus. Devemos ter um coração igual ao d’Ele. Igual no jeito de tratar as pessoas, no amor pelas coisas do Pai e pelo Reino. E, acima de tudo, igual em Sua doação total, quando se entregou na cruz.

Claro que esta cruz não serve somente para nós, é de toda a Igreja e de todos os cristãos. Nós, dehonianos, nos identificamos nela. Mas você também pode identificar-se e usá-la. Existem muitos jovens, leigos e leigas, que a levam em toda parte. Tanto se identificaram com o nosso modo de ser e de viver, que se tornaram leigos e leigas dehonianos.

Como você vê, entre nós é assim. Trazemos no peito uma cruz em forma de coração. É para nunca esquecer que devemos modelar nosso coração no Coração do Mestre.

Seja um Leigo Dehoniano!
Para informações ou interesse em participar dos Leigos Dehonianos, entrar em contato com Helena, tel. 99782-1006 ou Tereza, tel. 98181-2082.

 

Esse texto é uma colaboração dos Leigos Dehonianos da Paróquia Santuário São Judas Tadeu

Nenhum comentário

Publique um comentário

WhatsApp chat