Unção dos Enfermos

UNÇÃO DOS ENFERMOS

O que é ?

O Sacramento da Unção dos Enfermos, é um Sacramento de Cristo destinado a todas as pessoas que estão em perigo de morte ou na iminência (próximo) dela, a fim de que, aquele/aquela que recebe este sacramento receba a cura não só da enfermidade,  que pode ocorrer, mas a cura em sentido mais profundo, a cura total/integral do ser, ou seja, a cura que alcança a alma.

Este Sacramento é um rito de unção que confere ao que recebe os meios de santificação e preparação para o momento da passagem para a vida eterna. Traz a certeza e a presença confortadora e cheia de paz do Senhor Jesus Cristo, que por seu Espírito Santo conduz a pessoa à sua purificação final e uma santa morte, se assim ocorrer. Não se trata de encomendação, nem de extrema unção. Se trata de um sacramento profundamente pascal, cheio de força do Espírito Santo para oferecer ao Cristão uma certeza plena de sua ressurreição e a perfeita paz interior que esta lhe proporciona.

Como surgiu este sacramento?

Cristo Jesus, ao longo de sua vida, curou, confortou, animou, santificou, e preparou os doentes, enfermos e desalentados de vida, restituiu-lhes o animo, a esperança e a certeza da sua Salvação. Assim também designou que seus discípulos fizessem o mesmo. (cf. Mt 4,24; 8,7; 8,16; 9,35; 10,7-13; 15,30; Mc 6,56; Lc 4,40; 6,9; 8, 44; 10,9)

Depois dos eventos da Paixão, Morte, Ressurreição e Ascensão do Senhor Jesus, os discípulos, enviados pelo Espirito Santo, ministraram a diversas pessoas enfermas ou na eminência de sua morte orações e gestos que foram se aclarando até se perceber nestes, que de fato, se tratava de um Sacramento. Assim expressa São Tiago: “Alguém dentre vós está doente? Mande chamar os presbíteros da Igreja para que orem sobre ele, ungindo-o com óleo em nome do Senhor. A oração da fé salvará o doente e o Senhor o aliviará; e, se tiver cometido pecados, estes lhe serão perdoados” (Tg 5,14-15).

Hoje este Sacramento é ministrado através de um Rito que traz: a Liturgia da Palavra, o Sacramento da Reconciliação (perdão dos pecados) e a Santa Unção com o óleo dos enfermos.

Há modalidades do Rito que podem ser realizadas dentro de uma Celebração Eucarística e pode ser comunitária.

Somente pode ministrá-lo presbíteros e epíscopos (padres e bispos). Diáconos não podem presidir e conferir este Sacramento.

Quem pode recebê-lo?

Todos os fiéis cristãos católicos que sentirem-se na eminência de sua morte ou em risco de, pessoas que sofrem com graves enfermidades, sobretudo as que são muito assoladas pela dor em seus diversos níveis provocadas por estas.

AQUI NO SANTUÁRIO:
– Pode entrar em contato e solicitar:  (telefone do santuário mesmo)
– Ou participar da Missa pelos doentes onde é conferida a Unção dos Enfermos que acontece:   (telefone do santuário mesmo)

PARA APROFUNDAR SOBRE O CONHECIMENTO DESTE PRECIOSO SACRAMENTO ACESSE:

– Catecismo da Igreja Católica:
https://www.vatican.va/archive/cathechism_po/index_new/p2s2cap1_1420-1532_po.html

Código de Direito Canônico:
http://www.vatican.va/archive/cod-iuris-canonici/portuguese/codex-iuris-canonici_po.pdf §998-1007

– Ritual da Unção dos Enfermos:
http://www.liturgia.pt/rituais/Enfermos.pdf

WhatsApp chat